Pix e as oportunidades para o escritório de contabilidade
×
A contabilidade muda. Por aqui, você acompanha.

Receba novidades sobre contabilidade no seu e-mail:

Ao enviar seus dados, você reconhece que leu e entendeu nossa declaração de privacidade. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. FECHAR
Pix e as oportunidades para o escritório contábil
Inovação

Pix e as oportunidades para o escritório de contabilidade

09 junho 2021 SALVAR
Pressione Ctrl + D para adicionar esta página aos favoritos.

Cada vez mais é possível confirmar o impacto do avanço da tecnologia na atuação das empresas de vários setores. No escritório de contabilidade não seria diferente. As novas ferramentas disruptivas são facilitadoras de muitos processos. 

A automação, a cloud computing e a adoção de sistemas de gestão vêm revolucionando o modo como os profissionais conduzem as atividades contábeis. 

Além disso, outra novidade que trouxe várias vantagens para o escritório de contabilidade é o PIX.  O Sistema Brasileiro de Pagamentos Instantâneos é uma inovação que veio para transformar o modo como se envia e recebe dinheiro  entre pessoas físicas e jurídicas.

Depois de alguns meses de adoção da plataforma, o PIX já é um verdadeiro sucesso no Brasil. E as contabilidades também podem utilizar essa maneira de pagamento! Neste post, vamos explicar como e por quê o escritório de contabilidade deve usar o sistema. 

O que é o PIX?

Criada pelo Banco Central do Brasil (Bacen), o PIX é uma plataforma de pagamentos instantâneos que está em funcionamento desde 16 de novembro de 2020. Ao usar o sistema, pessoas físicas e jurídicas podem fazer transferências 24 horas por dia e 7 dias por semana, inclusive feriados. 

A compensação do valor na conta do destinatário é mais do que rápida: em 10 segundos o usuário recebe o valor. É rápido, simples e prático: a função fica disponível da conta corrente do cliente. Em vez de usar DOC ou TED, por exemplo, vale optar pelo PIX

Para pessoas físicas e Microempreendedor Individual (MEI), as transações  são gratuitas. Já para pessoas jurídicas, as taxas são bem menores, sendo definidas por cada instituição financeira. 

Fintechs, como o Nubank, optaram por isentar todos os clientes do custo das transações. Enquanto isso, bancos tradicionais, como Bradesco e Itaú definiram um percentual. O Bradesco, por exemplo, cobra 1,40% do valor, com valor mínimo de R$ 1,65 e máximo de R$ 9,00. Já o Itaú pratica a taxa de 1,45% do valor pago, com valor mínimo de R$ 1,75 e máximo de R$ 9,60.

Vale destacar que, de acordo com o Banco Central, o custo das instituições financeiras é de R$0,01 a cada 10 operações realizadas via PIX

PIX: números da utilização no Brasil

De acordo com a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre pagamentos móveis e comércio móvel no Brasil, que avaliou a popularidade do PIX, em apenas cinco meses de operação, a plataforma já é mais popular que outros meios de pagamento.  

73% dos internautas brasileiros com smartphone declaram já terem feito um PIXFonte: Panorama Mobile Time/Opinion Box

A função de pagamento instantâneo é mais usada pelos jovens de 16 a 29 anos: 78% já enviaram um PIX. Entre os correntistas com 50 anos ou mais, 55% já fizeram uma transferência via PIX.

Além disso, a pesquisa apontou que a adesão foi maior entre pessoas das classes A e B (81%) do que entre aquelas das classes C, D e E (71%).

Segundo dados do Banco Central, em abril de 2021 o montante de transações realizadas desde o lançamento do sistema chegou à marca de R$1,1 trilhão. Do total acumulado, R$ 322 milhões foram transferidos no mês de abril, um incremento de 16% em comparação a março.

Desde o início do uso do PIX  novembro até abril foram registrados 1,55 bilhão de pagamentos instantâneos. Em abril, o total foi de 500 milhões de transações. Até o momento, o tíquete médio por PIX é de R$ 738.

Como os escritórios de contabilidade podem se beneficiar ao aceitar essa forma de pagamento

Como vimos até aqui, desde o lançamento do PIX, modalidades de pagamento em espécie, como TEDs e DOCs, têm sido menos usadas. Considerando a ampla adoção do sistema de pagamentos instantâneos, os boletos e guias de arrecadação também podem se tornar obsoletos. 

Neste contexto, o desafio do escritório de contabilidade é adaptar seus sistemas para garantir integração com o PIX e alcançar a eficiência operacional. Dessa maneira, será possível reduzir os custos operacionais e ganhar agilidade na execução das tarefas cotidianas.

Além da celeridade nos processos, a diminuição das taxas de tributos dos meios de pagamentos tradicionais é outra vantagem expressiva.

Neste novo contexto, como a compensação bancária é imediata, o escritório de contabilidade também lida com um maior fluxo de receita, já que os valores relacionados aos serviços são recebidos sem demora.

O fato é que com o PIX, a rotina do escritório de contabilidade irá ganhar celeridade e produtividade. O sistema simplifica o pagamento dos funcionários e fornecedores, bem como o recebimento dos clientes, com mais agilidade e segurança.
Nesta nova realidade, um software contábil pode otimizar ainda mais a gestão do escritório de contabilidade. Para saber mais sobre temas relacionados à rotina fiscal, continue lendo o blog!

Nossa Declaração de Privacidade e Política de Cookies

Todos os sites da Thomson Reuters usam cookies para melhorar sua experiência on-line. Eles foram colocados no seu computador quando você acessou este site. Você pode alterar suas configurações de cookie através do seu navegador.