×
A contabilidade muda. Por aqui, você acompanha.

Receba novidades sobre contabilidade no seu e-mail:

Ao enviar seus dados, você reconhece que leu e entendeu nossa declaração de privacidade. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. FECHAR
Contadores investem na atualização da contabilidade digital
contabilidade gerencial

O futuro da contabilidade está na computação em nuvem

Adriano Ferreira
13 June 2019 SALVAR
Pressione Ctrl + D para adicionar esta página aos favoritos.

Hoje a transformação digital nos negócios é imprescindível para sua sobrevivência. Trata-se da modernização de processos e de inovação por meio da incorporação das tecnologias disruptivas. Mais ainda nos processos referentes à tecnologia na contabilidade.  

E, você contador, o que espera do futuro da contabilidade? É um setor que está rapidamente se modificando e seu escritório não pode ficar parado assistindo às mudanças.

A conferência de documentos fiscais, conciliação de dados e importação de lançamentos contábeis, entre outras demandas operacionais, já estão sendo substituídas por uma atuação mais consultiva e focada em atividades estratégicas.

A forma como escritórios e profissionais da área já começam a se adaptar às novas ferramentas revela o potencial disruptivo da tecnologia. Essa mudança revela a simplificação das rotinas com a contabilidade digital. Simultaneamente, ela otimiza o atendimento aos clientes, aumentando a produtividade e assertividade nas entregas.

Quer ver como a contabilidade digital está transformando e melhorando as rotinas e processos contábeis? Confira as tendências para se preparar e saber como explorar as transformações do futuro.

1.O que é a contabilidade digital?

O conceito de contabilidade digital tem se popularizado muito com a chegada sistemas operacionais como o ERP (Enterprise Resource Planning), criados para atender ao mercado e capazes de conectar-se aos sistemas de tecnologia na contabilidade.

Esta tecnologia disponibiliza dados facilmente acessíveis e a formação, representação e transmissão de dados financeiros em formato eletrônico. Computadores e ferramentas digitais têm transformado o mercado.

Assim a rotina do escritório contábil se torna mais produtiva, com a redução de custos e o tempo de execução das tarefas. Fora que proporciona cada vez mais a eliminação do uso de papel nas tarefas diárias.

As tecnologias como a nuvem, Inteligência Artificial (IA) e blockchain irão capacitar os contadores e toda a indústria de serviços financeiros. Assim reduzem a entrada manual de dados e melhoram a velocidade, precisão e qualidade dos dados.

O setor contábil já iniciou sua inovação tecnológica e vem investindo fortemente em ferramentas que simplifiquem a rotina de processos e otimizem o atendimento ao cliente. Com isso, avançam  em seus papéis como consultores e analistas confiáveis ​​e de valor agregado.

Veja como a tecnologia na contabilidade pode contribuir para o futuro do setor cada vez mais digital.

1. Software de gestão empresarial

A necessidade cada vez maior de um fluxo de informações entre os diversos departamentos é fundamental para melhorar o desempenho das empresas de forma geral.  Por isso, o uso da tecnologia digital é uma alternativa cada vez mais atual na rotina dos profissionais de contabilidade.

Um software contábil digital  oferece automação completa para facilitar as análises contábeis. Dessa forma, ele ajuda a maximizar a produtividade da equipe porque faz a importação de arquivos eletrônicos rapidamente, permite o controle das informações cadastrais, contratuais e de pagamentos.

#2. Contabilidade em nuvem

O futuro da contabilidade chegou com o uso da tecnologia de cloud computing.  É um dos recursos que trazem muito mais praticidade para os profissionais, incrementando a interação com os clientes e a conclusão das atividades. Além disso, garante a segurança dos dados e aumenta a produtividade do time.

Neste cenário, a contabilidade na nuvem vem se tornando indispensável. Cada vez mais os escritórios apostam nesta tecnologia para aperfeiçoar os processos e a entrega dos serviços. Muitos deles já usam plataformas on-line de gestão contábil.

Com a cloud computing você terá acesso aos dados contábeis de todos os clientes em um ambiente seguro, de qualquer lugar e por meio de dispositivos móveis.

Até 2026, o mercado global de software de contabilidade terá um valor de US$ 11,8 bilhões, de acordo com a Accounting Today. Com os aplicativos de contabilidade na nuvem, de software como serviço (SaaS) e a capacidade de acessar dados financeiros de qualquer dispositivo habilitado para a Internet, a virtualização é a nova norma.

2. Impactos do blockchain na tecnologia da contabilidade

Os impactos do blockchain para as empresas de contabilidade são absolutamente disruptivos. O setor já tem modificada, principalmente, a tradicional necessidade de manter os registros de todas as transações realizadas pelos clientes.

Em vez do gerenciamento privado dos livros contábeis em seus bancos de dados toda a administração é feita de maneira simultânea em um livro compartilhado. E o melhor: em tempo real!

O blockchain atua como um livro-razão indispensável, que inclui todos os registros dos clientes. Com isso, a tecnologia permitirá atualizar os métodos de faturamento, documentação e processamento de pagamentos de tributos para pequenas e grandes empresas.

Veja 3 dos principais impactos trazidos pelo blockchain no setor de contabilidade:

#1 Os registros contábeis não são alteráveis

Segundo a Harvard Business Review, o blockchain pode registrar as transações entre duas partes de forma eficiente, verificável e permanente. Utilizado como um livro contábil distribuído, um bloco é gerenciado por uma rede ponto-a-ponto (peer-to-peer network) que se junta coletivamente a um protocolo para validar novos blocos.

Depois de registrados, os dados de qualquer bloco compõem uma cadeia em que não pode ser modificada retroativamente sem a alteração de todos os blocos subsequentes, o que evita fraudes e sonegação.

#2 Reduz consideravelmente o potencial de erros

O blockchain torna os processos contábeis mais fáceis e confiáveis, uma vez que as informações não podem ser modificadas e são garantidas contra falsificações.

Além disso, a tecnologia reduz a possibilidade de erro na hora de fazer uma auditoria e permite o gerenciamento mais fácil dos critérios de segurança, uma vez que é criptografada. A criptografia é um conjunto de regras que visa codificar a informação de forma que só o emissor e o receptor consiga decifrá-la.

Se os agentes de uma determinada transação, por exemplo, nos itens contas a pagar ou a receber, forem identificados, tanto a data quanto a hora da transação serão verificadas. Assim os dados associados serão protegidos.

#3 A contabilidade será em tempo real

Os dados contidos no blockchain são atualizados em tempo real e públicos, além de permanentes. Os usuários também podem verificar e auditar transações sem necessidade de um intermediário. O que significa que é possível automatizar partes do processo de auditoria.

Segundo pesquisa da Thomson Reuters e do Chartered Institute of Management Accountants (CIMA), apenas 4% dos entrevistados selecionaram blockchain como um modelo de grande impacto em seus negócios em 25 anos. Se ainda há contadores que não perceberam, a plataforma é revolucionária e inviolável, com potencial para transformar a economia em termos globais.

3. Design thinking inova o futuro da contabilidade

O design thinking é uma nova técnica que ajuda a alterar o estado mental das pessoas para compreenderem problemas comuns e pensarem em soluções criativas e efetivas. Sua ação é focada na forma como os profissionais percebem o desafio a ser enfrentado, sobre o que se pretende investigar. Assim, é possível testar e construir soluções.

Na área contábil, o design thinking parte de um desafio que afeta a maioria das empresas e que é capaz de definir seu futuro, que é a forma como os clientes enxergam o trabalho do contador. Quantos deles entendem a importância da sua função e participam dos processos relacionados?

Em geral poucos, mas também é preciso que você assuma a responsabilidade sobre isso. Para transformar essa visão, é preciso pensar sobre o problema e oferecer inovação nos processos. Com isso, você estará dando o passo inicial para o processo de design thinking.

Podem ser várias as dificuldades, mas é possível encontrar soluções novas para todas elas. Alguns dos desafios enfrentados no seu escritório contábil podem ser, por exemplo, aumentar a proximidade com o cliente e humanizar as relações. Ou apresentar relatórios mais completos ou conseguir mais participação da empresa nos resultados contábeis.

No geral, o processo envolve 6 etapas: imersão, análise e síntese, ideação, prototipagem, aplicação e análise de resultados. Elas integram um roteiro a ser seguido para organizar o trabalho e potencializar as possibilidades criativas da empresa.

4. Inteligência Artificial revoluciona o escritório contábil

Não há como escapar do uso da Inteligência Artificial (IA), pelo menos não se você espera permanecer competitivo nos próximos anos. A velocidade, eficiência e precisão da tecnologia de IA não podem ser superadas. A única coisa que os contadores podem fazer é adotar essa nova tecnologia e aprender como maximizar seu uso. Quanto mais você estiver preparado para ajudar seus clientes a integrar e utilizar a tecnologia nos seus processos contábeis, mais valioso você será.

A Inteligência Artificial na contabilidade já está sendo usada para automação de funções básicas como oferecer autoatendimento aos clientes, por meio dos chatbots. Mas seu potencial de aplicação é ilimitado. Além disso, a sua contribuição pode ajudar na tomada de decisões, novos projetos e até o desenvolvimento de estratégias corporativas.

Na área contábil, a IA já vem sendo incorporada por escritórios para automação de uma série de processos, tais como:  

  • Calcular tributos;
  • Realizar classificação fiscal de documentos;
  • Identificar pontos de auditoria;
  • Analisar comportamento de indicadores de resultados;

Além disso, seu avanço reformulará o modelo de negócios dos escritórios de contabilidade. A estrutura, os processos, a qualidade da prestação de serviços, o relacionamento com os clientes, os resultados: tudo pode mudar daqui em diante com a incorporação de uma estratégia de IA.

Já existem projetos em desenvolvimento que visam tornar possível a:

  • Automação dos processos internos do escritório contábil com a computação cognitiva;
  • Melhora do relacionamento com o cliente com o machine learning;
  • Detecção de riscos tributários e trabalhistas;
  • Sugestão de ações preventivas com base em tendências e comportamentos;
  • Identificação automatizada de regras de cálculo e enquadramento tributário.

Mas isso é apenas o começo. A grande revolução ocorrerá a partir do momento que os sistemas – contábil, fiscal e folha – adotarem processos robotizados (RPA), integrando-os com outras tecnologias e ferramentas.

Com a tecnologia da IA ​​e o aprendizado de máquina lidando com tarefas comuns e repetitivas, os contadores terão mais tempo para se concentrar em outros aspectos do trabalho, como consultoria e análise de dados.

Em vez de se preocupar se a IA vai tirar seus empregos, os contadores devem adotar a tecnologia como uma solução poderosa para melhorar os serviços ao cliente. Por fim, poderão usar todo o seu treinamento e experiência para fornecer ao cliente soluções de negócios reais e eficazes, seja em referência a consultoria tributária, negócios imobiliários, fusões, opções de crescimento ou qualquer outra prática comercial.

5. Chatbots e sua aplicação na contabilidade digital

Chatbots são programas de inteligência artificial que simulam um agente de atendimento ao usuário. Automatizam processos e funções de suporte, oferecendo respostas para as suas perguntas.

O mercado global de chatbots deverá atingir US$ 1,25 bilhão até 2025, crescendo a uma taxa de 24,3%, segundo um relatório da Grand View Research. Espera-se um crescimento significativo na indústria de chatbots e que as empresas possam reduzir custos operacionais.

A tendência, de acordo com a consultoria Gartner, é que os chatbots estejam envolvidos em 85% das interações entre empresas e consumidores até 2020. E que 50% das companhias do mundo investirão mais neste tipo de solução do que no desenvolvimento de aplicações mobile.

6. O papel da contabilidade digital colaborativa

É uma inovação que permite transformar a atual forma da prestação de serviços contábeis. Com a computação em nuvem é possível compartilhar informações e conhecimentos, além de servidores, software, planilhas, arquivos, bancos de dados e redes.

O mecanismo de funcionamento do trabalho colaborativo é relativamente simples de entender. Por meio da internet, esse ambiente compartilhado facilitará várias operações:

  • Cliente: encaminhamento de documentos e extração de seus relatórios, a qualquer momento, utilizando o computador ou outros equipamentos, como o smartphone;
  • Contador e sua equipe: realização de seus trabalhos, conforme a demanda do cliente, em seu escritório ou mesmo em casa (home office);
  • Órgãos governamentais: acesso a informações e relatórios das empresas.

Percebeu a revolução que a contabilidade digital está promovendo no mercado? Então comece já a reformular a forma de trabalhar e invista em sistemas de tecnologia na contabilidade. Para saber mais sobre o que o futuro da contabilidade reserva, acesse nosso blog!

Nossa Declaração de Privacidade e Política de Cookies

Todos os sites da Thomson Reuters usam cookies para melhorar sua experiência on-line. Eles foram colocados no seu computador quando você acessou este site. Você pode alterar suas configurações de cookie através do seu navegador.