×
A contabilidade muda. Por aqui, você acompanha.

Receba novidades sobre contabilidade no seu e-mail:

Ao enviar seus dados, você reconhece que leu e entendeu nossa declaração de privacidade. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. FECHAR
Contador do futuro

5 competências essenciais para o contador do futuro

Adriano Ferreira
04 February 2020 SALVAR
Pressione Ctrl + D para adicionar esta página aos favoritos.

Com a adoção de novas tecnologias, o escritório contábil otimiza rotinas e cria processos mais simples e ágeis. Esse movimento tem sido possível graças à transformação digital, que vêm revolucionando o modo como as empresas se organizam.

Diante de uma nova estrutura o contador do futuro também se depara com a necessidade de desenvolver novas competências. Elas são indispensáveis para ter sucesso nas entregas e melhorar a performance nesse novo tempo.  

É fato: o contador precisa cultivar e desenvolver habilidades para acompanhar o ritmo dos clientes e aprender a usar as soluções tecnológicas da melhor maneira possível. Somente assim ele conseguirá criar valor para o cliente

Além disso, quem não tem interesse em crescer, ser um profissional diferente e melhor será facilmente ultrapassado pelos seus concorrentes. 

Quer saber quais são as competências necessárias para melhorar a performance no futuro da contabilidade? Continue lendo este artigo! 

Novas competências para a digitalização dos negócios

Manter-se aberto para o novo e querer aprender sempre mais é uma das prioridades do contador do futuro. Especialmente porque em um país onde as regras fiscais mudam a toda hora fazer a gestão de impostos é uma tarefa desafiadora. 

O contador do futuro precisa ir além do conhecimento de rotina e do domínio de regras. Ele precisa se adaptar às novas tecnologias e saber como usar as soluções para gerar impactos positivos na qualidade das entregas e do atendimento prestado ao cliente. 

Conheça, a seguir, 5 competências essenciais que os contadores devem desenvolver. 

#1 Saber se adaptar

Em um cenário de mudança constante, a adaptabilidade é uma competência essencial para os profissionais do escritório contábil. Eles precisam aprender a migrar de uma rotina contábil engessada para uma experiência adaptativa, que leva ao aperfeiçoamento contínuo. Caso contrário, o escritório corre o risco de ficar refém de um modelo de gestão obsoleto, perdendo vantagem competitiva.

Contudo, vale destacar que os dois níveis de conhecimento são importantes. 

A experiência de rotina, baseada no conhecimento fundamental sobre as regras e regulamentos que o contador precisa para o trabalho, tem sua importância. 

Mas, o segundo nível, ou seja, a experiência adaptativa já é indispensável para o contador do futuro. Ele precisa ter a capacidade de aplicar de maneira rápida e flexível o conhecimento de rotina a novas circunstâncias. Trata-se de ter um pensamento crítico, uma tomada de decisão assertiva e soluções intuitivas para possíveis problemas. 

#2 Ter um pensamento sistêmico

Para o contador do futuro, o pensamento sistêmico é uma das competências que podem fazer toda a diferença no seu dia a dia. Ele permite que o profissional mantenha uma perspectiva global sobre as rotinas e uma visão holística sobre como as partes se relacionam e trabalham juntas no contexto do escritório.

Quando o contador desenvolve essa habilidade, ele se torna capaz de analisar qualquer situação para além da relação de “causa e efeito”. Ou seja, identifica as questões centrais e não tão evidentes, observando as similaridades entre elas e o padrão de inter-relações. 

Tal competência leva ao aprimoramento do fluxo de processos e de tomadas de decisões do escritório contábil.

#3 Comunicar-se bem 

Quando os profissionais sabem interagir e se comunicar com os colegas e com os clientes, de maneira eficiente, tudo se torna mais simples. Por isso, investir em  comunicação como uma das competências é tão essencial.

Para desenvolver habilidades de comunicação, o ideal é decompor sistemas e processos complicados tornando-os mais simples. É possível, por exemplo, implementar práticas e atividades internas no escritório com o objetivo de incentivar o desenvolvimento do estilo de comunicação de cada profissional. 

Realizar eventos e atividades mensais com a participação de todo o time é uma maneira de engajar os colaboradores neste compromisso. Promover palestras, fornecer dicas sobre produção e apresentação de conteúdo e workshops sobre relacionamento com clientes são práticas que podem ajudar muito na capacitação do seu time. 

#4 Focar na resolução de problemas

Qualquer pessoa pode encontrar um problema, mas o escritório contábil precisa de profissionais que saibam como resolvê-lo com eficiência e agilidade. 

Daí a importância de ter colaboradores com pensamento não linear. Eles têm uma visão única e valiosa das situações, que facilita a resolução de qualquer tipo de questão. Isso porque conhecem as ferramentas certas para usar no momento certo, trabalhando de maneira proativa, buscando, reconhecendo e comunicando soluções para os clientes. 

Na prática, o contador do futuro que desenvolve essa competência se torna um consultor experiente e de confiança para o escritório.

É por meio do pensamento não linear que as empresas de sucesso orientam seu time a crescer. Com o tempo, os profissionais sabem de onde vêm os dados, como analisá-los e por qual caminho seguir para resolver problemas ou melhorar processos. 

#5 Ter afinidade com as novas tecnologias 

Com o amplo uso de tecnologias disruptivas, como cloud computing, machine learning, e Big data em vários setores, é certo que elas também serão adotadas pelos escritórios contábeis. 

Por isso, o contador do futuro precisa aprender a lidar com as novas soluções tecnológicas. Elas já começaram a transformar a realidade dos escritórios. 

Neste contexto, ter acesso a um sistema contábil disponível na nuvem, como o ONVIO, traz vantagens para o contador e também para seus clientes. Com uma série de recursos e funcionalidades, o software otimiza o fluxo de processos tornando-o mais rápido, simples e prático. Tudo isso melhora a qualidade das entregas e do serviço prestado. 

Então, você já sabe: a hora de focar no desenvolvimento dessas competências é agora. Afinal, o futuro da contabilidade já começou.
Gostou do artigo e quer saber mais sobre os desafios do contador do futuro? Continue acompanhando o blog!

Nossa Declaração de Privacidade e Política de Cookies

Todos os sites da Thomson Reuters usam cookies para melhorar sua experiência on-line. Eles foram colocados no seu computador quando você acessou este site. Você pode alterar suas configurações de cookie através do seu navegador.