×
A contabilidade muda. Por aqui, você acompanha.

Receba novidades sobre contabilidade no seu e-mail:

Ao enviar seus dados, você reconhece que leu e entendeu nossa declaração de privacidade. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. FECHAR
Sotware contábil: Seu aliado para o futuro da contabilidade!
Tecnologia

Contador do futuro: Como lidar com os desafios no mercado contábil?

17 August 2018 SALVAR
Pressione Ctrl + D para adicionar esta página aos favoritos.

Você não imaginava, há 5 anos, sentar em frente ao computador para escriturar livros contábeis em seu software contábil. Também não fazia ideia de que resolveria tantos desafios da contabilidade na palma da mão, com um smartphone.

Mas o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) se tornou uma realidade para todas as empresas brasileiras em 2014, assim como tantas outras novidades diretamente ligadas à gestão contábil.

Sped, eSocial (Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas) e NFe (Nota Fiscal eletrônica). Esses e muitos outros termos são todos frutos da tecnologia.

Não é por acaso que o software contábil se tornou o seu maior aliado. No dia a dia, é essa ferramenta que permite encarar o futuro da contabilidade como uma aventura e não apenas como desafio.

Diante de tantas mudanças, a tecnologia precisa ser vista por você como oportunidade. Pouco adianta conquistar novos clientes e não conseguir atendê-los de maneira satisfatória. Por isso um software contábil é capaz de potencializar os recursos que o seu escritório já tem, ou seja, fazer mais pelo seu escritório contábil.

Muitos contadores estão receosos diante dos avanços da tecnologia. Temem, como outros profissionais, serem superados pelas máquinas. Afinal, eles aparecem em listas de profissões que desaparecerão até 2025.

Cuidado: tamanho alarde causa miopia e não permite ao escritório contábil se aventurar no próprio crescimento proporcionado pela tecnologia.

Então, veja a seguir as oportunidades que recursos tecnológicos oferecem diante das mudanças no cenário contábil.

Informação no software contábil faz toda a diferença

Se existe uma mudança que afeta a contabilidade e está dando o que falar, é a Reforma Trabalhista. Encontrar informações confiáveis e pouco tendenciosas exige cuidado. Por isso, é preciso saber a quem – ou ao que – recorrer.

O especialista contábil Rodrigo Ferreira, por exemplo, lista 5 pontos importantes da Reforma Trabalhista. São eles:

  1. Homologar a rescisão contratual no sindicato e no Ministério do Trabalho é uma regra que deixou de existir;
  2. A contribuição sindical passou a ser optativa;
  3. O parcelamento de férias agora por ser feito em até três vezes, desde que um período seja de 14 dias e os restantes superiores a 5 dias.
  4. Negociar condições de trabalho como férias, banco de horas, plano de cargos e salários passou a ser uma prerrogativa do funcionário.
  5. Trabalhadores autônomos podem fornecer serviços a um único tomador sem que seja configurado vínculo empregatício.

Direta ou indiretamente, todas essas principais mudanças afetam a contabilidade. E existem outras modificações em leis federais, estaduais e municipais que geram pontos de atenção na rotina do escritório.

Por isso um software contábil deve oferecer um complemento importante: informação. Sem saber das mudanças e de suas implicações, o profissional contábil não consegue se tornar parceiro e oferecer consultoria, não apenas serviços básicos, aos clientes.

É como ter um jornal de contabilidade dentro do sistema!

A facilidade da automação nos lançamentos

Diga quantos clientes você tem, para que seja possível imaginar com quantos documentos lida diariamente. São incontáveis. Ainda mais quando o escritório começa a receber os documentos fiscais para apuração de impostos e geração das GRUs (Guias de Recolhimento da União).

Antes, as pilhas de papel de acumulavam e atingiam picos mais altos. Hoje, a tecnologia e a escrituração digital que surge dela ajudam a lidar com esses documentos de modo mais inteligente. Isso porque, ao transformar as informações do papel em dados, um mundo inteiro de possibilidades se abre.

Essa premissa é a base da integração por módulos e entre sistemas que alguns software contábeis oferecem. Isso significa que, uma vez no seu banco de dados, uma NFe não precisará ser redigitada ou duplicada em outra pasta. A ferramenta busca as informações automaticamente.

Integrar significa eliminar a repetição nos processos contábeis. Estratégia que se estende desde a NFe até o uso de informações de uma planilha de controle de fluxo de caixa.

Menos repetição e mais produtividade

Na escrita fiscal, a utilização de acumuladores proporcionada pela tecnologia também faz total diferença na produtividade do escritório e da equipe.

Imagine que hoje você relacione CFOP (Código Fiscal de Operações e de Prestações das Entradas de Mercadorias e Bens e da Aquisição de Serviços) por CFOP. Esse trabalho feito, praticamente de modo manual, é algo que a tecnologia já automatiza.

A tecnologia operacionaliza a rotina, evita digitação, retrabalho e conferências manuais. O acumulador do CFOP é o método que faz com que essa mágica aconteça. Para deixá-lo pronto, talvez nem seja necessário suporte de TI – mas essa ajuda é algo que os fornecedores de sistemas costumam oferecer.

Basta configurar os acumuladores no software para contador e deixar estabelecidos os parâmetros que o escritório desejar. Há possibilidade de fazer esse ajuste para facilitar a gestão de faturamento, receita bruta, devoluções, guias de notas, guias de impostos e tantos outros controles essenciais à escrita fiscal.

Tempo para consultoria

Aqueles que acreditam no fim do contador, esquecem que a contabilidade é um território árido para quem não é especialista. É preciso traduzir esse mundo, para que os clientes não sejam reféns da automatização. O que, na verdade, significa prestar consultoria.

Bugs existem. São os momentos de falha da tecnologia. Mesmo raros, estarão sempre presentes. Por isso, a atenção deve ser redobrada para sanar problemas e manter os clientes seguros em relação ao robô contador do futuro.

Cada vez mais um bom atendimento fará muito diferença do que o cálculo perfeito das obrigações mensais. Isso porque seu cliente precisa compreender as movimentações contábeis.

Será que um robô terá inteligência social suficiente para gerar essa compreensão?

Por mais que a inteligência artificial tenha capacidade de calcular e interpretar um mundo crescente de dados, peca ao traduzir e ressignificar esse conhecimento.

Hoje, com o software para o contador, já é possível colocar em prática a contabilidade consultiva. A produtividade aumenta. As tarefas manuais diminuem. E o cenário é perfeito para manter um contato mais próximo e engajado com o cliente.

Tudo isso com menos esforço e sem dispensar o toque humano que deve permanecer na contabilidade.

Nossa Declaração de Privacidade e Política de Cookies

Todos os sites da Thomson Reuters usam cookies para melhorar sua experiência on-line. Eles foram colocados no seu computador quando você acessou este site. Você pode alterar suas configurações de cookie através do seu navegador.